Troca de Novelas | Não estamos realizando trocas ou vendas!

Assista ao primeiro e ao último capítulo de Marimar

Assista ao último capítulo de Feridas de Amor

[Download especial] Feridas de Amor capítulo 50
Só possuo estes capítulos que postei.

sábado, 15 de março de 2008

ESPECIAL NOVELAS:O PRIVILÉGIO DE AMAR



Luciana é uma bela garota órfã, que trabalha como empregada doméstica na casa do jovem seminarista João da Cruz. Apaixonados, os dois jovens passam uma noite juntos. Na manhã seguinte, ele vai para o seminário, confuso e culpado. Ana Joaquina, a mãe de João, proíbe Luciana de voltar a se aproximar do rapaz. Logo depois, ela descobre que está grávida.
Luciana se vê sozinha e desprotegida diante do mundo. Quando seu bebê nasce, fica desesperada e abandona sua linda filha na porta de uma mansão, na esperança de adotarem a criança. Entretanto, a menina é entregue ao convento das Irmãs de Caridade, onde a criam e a educam.

Passam-se 20 anos e Luciana está muito diferente, tornou-se uma mulher de sucesso. Ela é dona de uma famosa loja de roupas de grife e está casada com André, um atraente ator de TV. André tem um filho do primeiro casamento, Vítor Manuel, bonito e namorador. O casal tem uma filha: Elizabeth, caprichosa e rebelde, namorada de Maurício um jovem roqueiro de família rica que vive na base da diversão e de fortes emoções.

Cristina, a filha abandonada por Luciana, se transformou em uma linda garota de bons sentimentos. Aluga um apartamento e o divide com Lourença, uma jovem sincera mas desbocada, e com Magnólia, estudante universitária e muito trabalhadora.
No mesmo prédio mora José Maria com sua mãe, Remédios, uma mulher simpática que só vê namoro e casamento por todos os lados. José Maria se apaixona por Lourença, sem saber que ela está vivendo uma aventura com André. Cristina começa a trabalhar na loja de Luciana e, depois de muito esforço e sacrifício, se transforma em uma grande modelo. Conhece, então, Vítor Manuel e entre eles nasce uma paixão.

João da Cruz é um sacerdote dedicado a servir a todos. Luciana o procura e, cheia de rancor, confessa que tiveram uma filha. Inconformado com a notícia, João da Cruz começa a busca de sua filha.
Nicolas é um ator que sempre invejou a vida de André, sua fama, sua bela mulher e seu dinheiro. É capaz de fazer qualquer coisa para ver André fracassar e ver sua família destruída.

Luciana terá de lutar para salvar seu casamento, revelar a sua família o seu verdadeiro passado e com a ajuda do Padre João da Cruz, encontrar Cristina e conseguir o perdão de sua filha.

PERFIL DOS PERSONAGENS:

Cristina (Adela Noriega) - Cristina, a filha que Luciana abandonou, se transforma em uma linda garota de bons sentimentos, que aluga um apartamento para morar e o divide com Lourença, uma jovem sincera, mas desbocada e com Magnólia, que é uma estudante universitária e muito trabalhadora. Cristina se cuida bastante e com dedicação consegue se transformar em uma grande modelo.

Vítor Manuel (Rene Strickler) - É o filho do primeiro casamento de André. Conhece Cristina na loja de roupas de Luciana e eles se apaixonam, mas Tamara, namorada de Vítor Manuel, faz tudo para separá-los.

Luciana (Helena Rojo) - Apesar do sofrimento de ter abandonado sua filha, Luciana se transforma em uma proprietária de uma loja de roupas de grife. Ela se casa com André, a quem ama muito, porém nunca tem muito tempo para ele. André é um ator viúvo que tem um filho chamado Vítor Manuel. De seu casamento com Luciana, nasce a filha Elizabeth.

André (Andres Garcia) - É um famoso ator de televisão, casado com Luciana. Ouve sempre os filhos Elizabeth e Vítor Manuel. Seu casamento com Luciana vai bem até o dia em que ele conhece Lourença.

João da Cruz (César Evora) - É um sacerdote dedicado a servir a todos. Antes de se ordenar como sacerdote se apaixona por Luciana, com quem tem uma filha, mas ele não sabe da existência da garota até que, passados os anos, Luciana lhe procura e confessa que tiveram uma filha, mas que não sabe onde ela está. Ambos se empenham em procurar a filha.

Nicolas (Enrique Rocha) - É um ator que sempre teve inveja de tudo o que André tem: fama, uma bela mulher e dinheiro. Fará tudo o que estiver a seu alcance para que André fracasse.

Tamara (Cynthia Klitbo) - Bonita, histérica e um pouco desequilibrada. A todo custo ela trata de envolver Vítor Manuel.




O mundo da moda e da fama, o abandono de um bebê e uma rivalidade. Carla Estrada reuniu uma boa produção e um super elenco para contar a história de Cristina (Adela Noriega) e Luciana (Helena Rojo), duas mulheres que apesar de se odiarem tinham muito em comum. Para começar, eram na verdade, mãe e filha. O Privilégio de Amar foi simplesmente uma das mais emocionantes novelas já exibidas pelo SBT.

A novela foi um remake da famosa novela venezuelana Cristal, estrelada por Lupita Ferrer. Dessa vez, o que faltou para Cristal, sua nova versão compensou: uma melhor produção. Carla Estrada voltava a repetir não só sua protagonista (Adela Noriega, de Maria Isabel), mas também seu êxito. No México, O Privilégio de Amar conseguiu a maior audiência no horário das 21h a partir de sua exibição. Substituindo A Usurpadora, não teve o mesmo impacto, mas superou nos elogios da crítica especializada e em audiência.

O Privilégio de Amar conseguiu um de seus grandes trunfos ao reunir a típica história da menina pobre que se apaixona por um jovem rico com temas polêmicos. Temas esses como o alcoolismo de Bárbara (Maty Huitrón), o câncer de mama enfrentado por Lourença (Sabine Moussier), a leucemia de Alonso (Toño Mauri), entre outros.

O elenco foi luxuoso. Helena Rojo na pele da abalada Luciana Duval tinha tudo o que uma mulher gostaria de ter, mas seu tormento não a deixava viver em paz. Helena brilhou do início ao fim, no início como uma vilã até tornar-se uma grande heroína. Como rival, Adela Noriega, ao contrário, no início uma Cristina muito inocente e humilhada, até tornar-se uma estilista independente e ressentida, sempre apaixonada por Victor Manuel (René Strickler). Infelizmente, o sonho de Cristina de ser modelo do início foi perdido, e sendo suplantado pela paixão pelo estilismo. Perfeitas em seus papéis de mãe e filha.

Marga Lopez esteve brilhante como a obcecada Ana Joaquina, em suas maldades, segundo ela, justificadas por sua fé. Enrique Rocha como o invejoso Nicolas também esteve bem. Entretanto a grande vilã da novela foi Tamara, vivida por Cinthia Klitbo. Uma mulher psicótica e ensandecida em conseguir o que quer. Nos últimos capítulos, não teve pra ninguém. Seu final foi inédito até então em novelas, e marcou profundamente o público.

César Évora saiu-se muito bem como Padre João da Cruz, um homem íntegro e sensato. A atuação de César rendeu elogios até mesmo do vaticano, que aprovaram sempre a conduta do religioso.

Outros destaques do elenco foram: Sabine Moussier como a maliciosa Lourença, que não se importava de ser a outra, quando o assunto era ser a amante de André Duval (Andrés Garcia), Maria Sorte como a sofisticada Vivian dos Anjos, Maty Huitrón, mãe de Carla Estrada na vida real, como a alcoólatra Bárbara (aliás, antes dela aparecer, falaram que era uma mulher muito bela, depois vimos que não era nada do que diziam), Toño Mauri como generoso Alonso, e Adriana Nieto, que viveu a rebelde Elizabeth, a típica adolescente. Inicialmente, esse papel seria interpretado por Michelle Vieth.

Por André ser um ator muito famoso, vários atores fizeram participações especiais, especialmente no início da novela, tais como: Kuno Becker, Saul Lizaso (em uma cena onde Victoria Ruffo era citada), Rebeca Mankita, Miguel Corcega, e Carla Estrada, que apareceu duas vezes, uma no início da novela, e outra no casamento de Cristina, onde por sinal, também teve a participação de Mijares cantando o tema de abertura da novela.

O maior defeito foi a comentadíssima semana das lembranças, na época de Natal e Ano-Novo, para o público não perder nenhuma emoção, os produtores decidiram por deixar Luciana em coma, enquanto os outros personagens relembravam os melhores momentos da novela. Na verdade, foi uma solução muito ruim, mas constantemente usada no México nessas épocas de feriado. Outro defeito foi o excesso de personagens sem função nenhuma. Em especial, quando Cristina, Lourença e Mag (Isadora González) foram morar em um bairro humilde, foram acrescentados vários personagens que não acrescentaram em nada.

Nos bastidores, muito comentou-se sobre os atrasos de Adela Noriega às gravações. Cinthia Klitbo, ironicamente, agradeceu, pois disse que isso proporcionou com que ela fizesse mais cenas do que faria inicialmente. Apesar disso, Adela não teve problemas com ninguém do elenco.

Apesar de tudo, O Privilégio de Amar foi uma novela brilhante, que cativou a todos. Começou boa, mas terminou melhor ainda. No final, descobrimos o questionamento do início: por que amar não era privilégio para todos. Um sucesso!

Cenas que foram um “privilégio” assistir:

- Luciana entrega Cristina em uma casa rica, e jura, no meio da chuva, que nunca mais será humilhada.

- Luciana flagra em uma banheira de motel André e Lourença e arma um escândalo

- Tamara corta os pulsos.

- Os primeiros desfiles de Cristina.

- Ana Joaquina mata Sheila.

- Tamara empurra Cristina, grávida, da escada.

- Nicolas empurra André de um edifício, em uma gravação de novela.

- Tamara tenta o suicídio, cortando os pulsos.

- Alonso abandona Cristina no altar no dia do casamento.

- Bárbara, completamente embriagada, revela a Luciana que era mãe de Victor Manuel.

- Tamara, em sua loucura, raspa o cabelo (isso foi uma opção de Cinthia Klitbo).

- Ana Joaquina é amarra por Fidêncio na cama, e a casa pega fogo.

- Cristina encontra João da Cruz pela primeira após descobrir que ele é seu pai.

- Cristina descobre que Luciana, sua maior inimiga, é sua mãe.

- Tamara apunhala o seio de Luciana com uma adaga.

- Nicolas estrangula Tamara, após ser apunhalado por ela em pleno espetáculo.

- A última cena, reunindo todo o elenco da novela, sendo aplaudido pelo público.


Curiosidades
  • O SBT reprisou a novela às 17h em 2001, e em 2006foi produzida uma versão da história com atores brasileiros, chamada Cristal.
  • A atriz Gabriela Spanic fez uma chamada de O Privilégio de Amar, pois sua antecessora era A Usurpadora, na qual ela era a protagonista.
  • A novela está sendo reprisada em 2008, sendo a sucessora de Maria do Bairro.
  • Em sua primeira exibição, a trama cravou 16 pontos de média, marcando 24 em seu último capítulo. Já a sua reprise não foi bem sucedida, registrando 6 pontos no geral.
  • A trama foi a grande responsável pelo fracasso de Vale Todo, co-produção entre a Rede Globo e a Telemundo. Enquanto a adaptação global não marcava mais que 4 pontos, a trama mexicana alcançava mais de 25 pontos.
  • O Privilégio de Amar fez mais sucesso no México do que A Usurpadora, sua antecessora. Na média geral, marcou 34,8 pontos contra 33,3 da novela de Gabriela Spanic e Fernando Colunga. Desde 1997, é a trama que registrou maior audiência em seu país de origem, seguida por A Usurpadora e Destilando Amor.

Confira a audiencia de O Privilégo de Amar em suas duas exibições

NOVELA : O PRIVILEGIO DE AMAR
HORARIO: 20:40 A 21:30
META: 15 PONTOS = 1999/2000


SEMANA = SEG TER QUA QUI SEX SAB = Média geral

08 a 13/11/99 = ** 19 16 15 17 12 16 (estreiou na terça)
15 a 20/11/99 = 17 15 15 16 14 12 15
22 a 27/11/99 = 16 15 17 14 14 12 15
29 a 04/12/99 = 15 13 16 14 13 11 14
06 a 11/12/99 = 14 14 16 16 14 12 14
13 a 18/12/99 = 17 17 15 15 13 11 15
20 a 25/12/99 = 15 14 14 13 08 11 13*natal
27 a 01/01/00 = 12 14 14 12 09 12 12*ano novo
03 a 08/01/00 = 15 13 13 13 12 10 13
10 a 15/01/00 = 16 14 16 14 13 12 13
17 a 22/01/00 = 16 14 13 14 12 12 14
24 a 29/01/00 = 15 13 14 15 12 12 13
31 a 05/02/00 = 16 14 14 11 11 11 13
07 a 12/02/00 = 13 14 15 14 14 12 14
14 a 19/02/00 = 13 13 14 17 16 13 14
21 a 26/02/00 = 14 15 14 15 13 13 14
28 a 04/03/00 = 16 14 16 16 14 12 15
06 a 11/03/00 = 13 15 14 15 17 14 15
13 a 18/03/00 = 20 19 19 19 17 14 18
20 a 25/03/00 = 18 17 18 19 16 15 17
27 a 01/04/00 = 17 18 18 19 18 15 17
03 a 08/04/00 = 19 18 17 18 19 18 18
10 a 15/04/00 = 19 18 20 18 17 17 18
17 a 22/04/00 = 19 20 19 18 14 16 18
24 a 29/04/00 = 23 22 20 22 21 16 21
01 a 06/05/00 = 18 21 22 22 21 20 21
08 a 09/05/00 = 21 24 ** ** ** ** 22 (terminou na terça)

media.geral :16 pontos
teve 158 capitulos.

NOVELA : O PRIVILEGIO DE AMAR REPRISE
HOARIO:17:05 A 18:05
META : 10

SEMANA = SEG TER QUA QUI SEX = Média geral

11 A 16/02/02 = 10 08 07 07 07 08
18 A 22/02/02 = 07 06 06 07 06 06
25 A 01/03/02 = 07 06 06 05 05 06
04 A 08/03/02 = 07 06 07 06 05 06
11 A 16/03/02 = 05 06 06 04 05 05
18 A 22/03/02 = 06 06 06 07 06 06
25 A 29/03/02 = 06 06 07 06 04 06
01 A 05/04/02 = 06 06 07 07 06 06
08 A 12/04/02 = 07 06 06 05 06 06
15 A 19/04/02 = 05 07 07 05 07 06
22 A 26/04/02 = 06 05 07 05 06 06
29 A 03/05/02 = 07 06 07 06 08 07

MEDIA GERAL :06

Nenhum comentário: